• Instituto Educacional Padre Ubirajara Cabral recebe palestra do Grupo Cetric

    by  • 28 de agosto de 2018 • Notícias • 0 Comments

    Minas Gerais

    Alunos conheceram novas tecnologias de reciclagem e destinação final de resíduos sólidos.

    Crianças e jovens observam cada ação dos adultos e através de exemplos absorvem muito mais informações, por isso a importância de orientar desde cedo. Na educação, é muito importante que os alunos estejam atualizados com fontes seguras e que conheçam sempre novas tecnologias e formas de preservação. O tema Meio Ambiente, que está sempre em alta nos vestibulares e no ENEM, não fica de fora dos assuntos tratados nas escolas.

    O Instituto Educacional Padre Ubirajara Cabral (IEPUC), escola pertencente à Rede Pitágoras de Educação, atende há vinte anos a cidade de Alpinópolis, no sul de Minas Gerais, com turmas desde os primeiros anos da pré-escola até o ensino médio. A escola é destaque na região com as melhores notas do Exame Nacional de Ensino Médio (ENEM) há alguns anos e possui excelentes níveis de aprovação em vestibulares.

    Com o objetivo de reforçar as boas práticas com o meio ambiente, a Engenheira Ambiental da Cetric Sudeste, Mariana Bichuette, foi convidada para ministrar uma palestra na escola, direcionada para os alunos do 9º ano do ensino fundamental e do 1º e 2º anos do ensino médio. O foco da apresentação foi às novas tecnologias de reciclagem e destinação final de resíduos sólidos.

    Durante a palestra, a engenheira destacou as práticas sustentáveis adotadas pela Cetric Sudeste, tais como a britagem e o reaproveitamento dos resíduos da construção civil (RCC), a reciclagem de matéria orgânica por meio da compostagem, a trituração da madeira para utilizá-la como biocombustível, o reaproveitamento de tanques de combustível descontaminados na fabricação de caçambas, a utilização de sobras de alimentos na nutrição animal, e o coprocessamento, no qual os resíduos são utilizados como fonte de energia em fornos de cimento.

    Conforme Mariana, os alunos também receberam informações sobre o licenciamento, construção e operação de um aterro industrial, que é a forma ambientalmente adequada e segura de realizar a disposição final de rejeitos provenientes das indústrias.

    A engenheira ambiental da Cetric Sudeste, Mariana Bichuette, conversou com os estudantes.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *